10 Abril 2007

Cinco motivos para NÃO SER maçon

1. Influência política - Poder

Ao contrário do que muitos pensam, a Maçonaria - pelo menos a maçonaria Regular; e, mesmo quanto à Maçonaria Liberal, acho que são mais as vozes do que as nozes... - não tem mais influência junto do Poder Político do que qualquer outra instituição social. A única influência que a Maçonaria pode exercer é apenas de ordem moral, pelo exemplo dos seus membros através da aplicação dos seus princípios. Engana-se quem pensa que. ao juntar-se à Maçonaria, terá acesso aos corredores do Poder...

Aliás, uma das coisas de que o maçon rapidamente se dá conta,dentro da Ordem, é que é muito mais abrangente a ilusão do Poder, do que este propriamente dito. Ao menos em ambiente democrático, cada um exerce apenas o Poder que os demais lhe reconhecem e admitem que exerçam.

Em Loja, o detentor do Poder, o condutor, o decisor, o que detém os símbolos do Poder é o Venerável Mestre. Pois bem: como todos os que já se sentaram na Cadeira de Salomão rapidamente verificaram, a função de Venerável Mestre é aquela em que, afinal, não se tem mais direitos do que o mais recente Aprendiz e se tem mais deveres do que os restantes Mestres.

Portanto, quem busca o perfume do Poder, procure-o noutro lado, não na Maçonaria. Aqui apenas aprenderá o cumprimento dos seus deveres.

2. Influência económica - negócios e dinheiro
Quem pensar que a entrada na Maçonaria é uma porta aberta para obter contactos e negócios e o propiciar de condições para "subir na vida", pense outra vez, e pense melhor! Se for este o motivo que o faz desejar entrar na Maçonaria, poupe-se ao trabalho e às despesas. Dentro da Maçonaria fará os mesmos negócios que faria fora dela. O que todos lhe pedirão na maçonaria é que dê algo de si em prol dos outros. Dos demais receberá o que efectivamente necessite e os demais lhe possam dar, não o que deseje ou egoisticamente pense que lhe convenha. Os negócios da Maçonaria são de índole moral e espiritual. Quem deseje entrar no Templo tem que deixar os seus metais à porta deste.

3. Influência social - honrarias e reconhecimento
Na Maçonaria usam-se aventais e colares e jóias, é verdade. Mas o maçon considera tudo isso como meros penduricalhos. A única diferença entre o mais rico, bonito, bordado e colorido avental de Grande Oficial ou de Altos Graus e o simples avental branco de Aprendiz é que quem usa aquele pagou bem mais caro por ele do que o que usa este. Aliás, de todos os aventais que um maçon possa possuir, aquele que para ele tem significado é precisamente o primeiro, o mais simples, o avental branco de aprendiz. Esse é o que qualquer maçon, qualquer que seja o seu grau ou qualidade, pode sempre usar e simbolicamente deve sempre usar. Esse é o adorno que o maçon deve cuidar de manter sempre alvo e puro e, portanto, nunca conspurcado por acções censuráveis ou indignas.

O maçon gosta de usar a jóia de sua Loja, não porque seja bela ou valiosa, mas apenas e tão só porque é um dos símbolos de sua Loja e o seu uso demonstra a todos os seus Irmãos o grupo fraterno em que se integra.

O maçon usa colar quando exerce uma função, não porque lhe fique bem, mas apenas e tão só como distintivo de que a está exercendo. Em bom rigor não é o maçon que usa o colar; é o colar de função que usa o maçon...

Nem na sociedade profana o estatuto de maçon atribui qualquer privilégio que não o reconhecimento das eventuais qualidades de quem o seja, nem no interior da Maçonaria o estatuto social, profissional, académico ou de fortuna diferencia um maçon de outro; o mais jovem aprendiz só tem uma maneira de se dirigir ao Muito Respeitável Grão-Mestre (apesar de formalmente lhe dar este tratamento): "meu Irmão"! E é esse mesmo o tratamento que recebe do Grão-Mestre.

Assim, aquele que porventura sonhe ser a maçonaria um local ideal para obter ou reforçar reconhecimento social, não se engane a ele, nem engane os maçons: abstenha-se de pretender ser maçon!

4. Beneficência - ajuda ao próximo
O bem intencionado que porventura procure na Maçonaria o instrumento para dar largas ao seu anseio de ajudar o próximo, de ser beneficente, se é essa a principal razão que o move, se é isso que vê na Maçonaria, também está enganado.

Não que a Solidariedade e a Beneficência não sejam prosseguidas pela Maçonaria. Claro que o são. Mas não é essa a razão de existir da Maçonaria. Não é por causa da Solidariedade e da Beneficência que a Maçonaria existe. A Solidariedade e a Beneficência são simples consequências de se ser maçon.

Em linguagem de "economês", por muito praticadas que sejam, a Solidariedade e a Beneficência não fazem, no entanto, parte do "core business" (essência) da Maçonaria.

Em linguagem de "industrialês", por muito importantes que sejam, a Solidariedade e a Beneficência são simples subprodutos da Maçonaria.

Portanto, se são a Solidariedade e a Beneficência que atraem o bem intencionado, e nada mais, e não essencialmente algo mais, então o melhor que o bem intencionado tem a fazer é dar largas ao seu anseio através de outras organizações especialmente vocacionadas para isso. A Ajuda de Berço é uma boa opção. A Cruz Vermelha, também. Os Bombeiros, idem. O Banco Alimentar contra a Fome, a mesma coisa. E muitas mais organizações há que têm na Solidariedade e na beneficência a sua razão de ser. E , mesmo sem se juntar a qualquer organização, certamente na sua rua ou na sua localidade encontrará alguém que necessita da sua ajuda. Dê-lha!

5. Curiosidade - conhecer o "segredo maçónico"

Se é a curiosidade que o faz desejar ser maçon, não se iluda: naquilo que ela pode ser satisfeita, não precisa de ser maçon para o saber.

Quer conhecer as palavras de reconhecimento mútuo dos maçons? Por quem é, não seja por isso, arme-se de um pouco de paciência, leia uns livros, encontre umas obras onde estão transcritos rituais antigos e faça favor! Nunca ouviu dizer que os maçons preservam a Tradição? Então, basta tirar a consequência: o que se fazia antigamente continua válido agora... Mas, o quê? Ser maçon só para tomar conhecimento dessas palavras sem ter de ter o trabalho de procurar? Meu caro, a Preguiça é um Pecado Mortal... Se é só por isso que quer ser maçon, os maçons não querem preguiçosos no seu seio... E - acredite em mim! -, garanto-lhe que vai ter muito mais trabalho e demorar muito mais tempo para tomar conhecimento dessas palavras, grau por grau, do que se ler nos livros certos. Está tudo publicado!

Quer conhecer os sinais secretos dos maçons? Mau caro, o You Tube preenche-lhe o anseio! Siga este atalho e ei-los, não ao vivo e a cores, mas em filme e a preto e branco! Não lhe garanto que tudo o que vir esteja certo, mas posso afirmar-lhe que algo do que vir o está...

Portanto, caro curioso, se é a curiosidade que o move a ser maçon, esqueça! Tem outros meios de a satisfazer!

E, afinal, se o que pretende é apenas conhecer como pensam, o que fazem, de que tratam, os maçons, nem sequer precisa de se incomodar muito: basta-lhe ir lendo o A Partir Pedra...

Rui Bandeira

41 comentários:

O Profano disse...

BoaS...
Este post é directo e certeiro. E tem razão de o ser, pois em alguns casos quem se filia na Arte Real nada quer realmente dela senão protagonismo, reconhecimento ou riqueza.
Mas cabe aos Maçons mostrar e desprezar esse tipo de atitudes, e com posts destes, claramente que "afugentará" quem quiser se aproveitar da Maçonaria para os seus desígnios pessoais.
No meu caso pessoal, para além de me documentar acerca da Maçonaria e de outras ordens do género através da leitura e da pesquisa pela net, continuarei a visitar este espaço, pois é com bastante agrado que enriqueço também Aqui os meus conhecimentos sobre a Arte Real.
Só posso pedir que continuem com a quantidade e Qualidade dos artigos...
Abraços Profanos

escriba disse...

Post soberbo e pleno de oportunidade. Parabens.

Filipe Madrugo G. disse...

Quando a blogoesfera como advento daquilo a que se convencionou chamar de pós-modernidade, dá frutos como esta casa, então sim, ela espalha-se a toda uma comunidade, a qualidade existe, regista-se e prossegue na senda do Bem. Como uma romã, cujo a parte aparentemente mais infima, é uma doçura de Deuses.

Francisco Melo disse...

Após ler os comentários expostos, só me resta dizer que estão perfeitamente enganados do que realmente é a verdadeira maçonaria. Só demonstra que os conhecimentos que possuem são futeis, baseados em trechos escritos sabe-se lá por quem, de "ditos" colocados na net e outras barbaridades que ouvem aqui e ali. Só devemos de falar daquilo que sabemos.Tentem cultivar os vossos conhecimentos profanos na Arte Real de outra forma.Cumprimentos

Simple disse...

@Francisco Melo: Estou sempre disposto a aprender e a saber mais - aliás, é por isso que frequento este blog. Peço-lhe, por isso, que me ajude a aprender:
- os "comentários expostos" a que se refere incluem o artigo, ou são só os comentários, mesmo?
- de que outra forma poderei cultivar os meus conhecimentos? Tem alguma sugestão?

Um abraço,
Simple

Córdova disse...

E qual seria o problema de uma pessoa querer entrar não tendo nenhum desses motivos citados por você. Mas que o seu motivo lhe seja particular e simples como o de pertencer ao seu grupo porque vê em vocês atitudes que lhe agradam? Vê igualmente com isso a possibilidade de se tornar uma pessoa melhor sendo amigos de pessoas que lhe contribuam para este crescimento.

Seria pretencioso achar que pode contribuir para com alguém também? Antes de se iniciar e ficar mais "ciente" de onde está se metendo?

A esta pessoa está fechada a porta da Maçonaria?

Rui Bandeira disse...

@ cordova:

A sua dúvida fica, a meu ver, esclarecida com o texto seguinte publicado no blogue: UM motivo para ser maçon (http://a-partir-pedra.blogspot.com/2007/04/um-motivo-para-ser-maon.html)

SCJ disse...

Extremamante útil esta matéria, pois existem muitos mitos sobre a maçonaria. Recomendo pois a leitura do E-book Gratuito "Cristão pode ser Maçom?" que pode ser obtido por download no site http://www.unimab.com.br

zedochu disse...

PARABÉNS AFINAL UM TEXTO CONDIZENTE COM A ''ARTE REAL''.

Douglas disse...

SERIA REALMENTE MUITO SE TUDO O QUE FOI EXPOSTO PELO SERENISSIMO IRMAO MAÇOM ACONTECESSE DE FATO; POIS NO DIA\DIA DAS LOJAS A REALIDADE E BEM OUTRA. VIDE OCASO DOS EX JUIZES E DESEMBARGADORES DO ESTADO DE MT E O CASO DO EX GOVERNADOR DO DF,JOSE ROBERTO ARRUDA,PAZ PROFUNDA A TODOS

Samuel Ritter disse...

Que maravilhoso o texto que você escreveu meu irmão. Normalmente pensamos que a maçonaria tem de ser desmistificada apenas para as pessoas "do mundo profano", mas há muitos, dentro da própria ordem que, às vezes, parecem que "pararam no tempo", ainda vivendo na era do Brasil Imperial (quando nosso grão mestre era imperador do Brasil).

Humildemente peço sua permissão para acompanhar seu blog. um grande abraço!!!

pedro disse...

o que voce disse é de fato, nada além da verdade. Se você quer ser maçom por causa de um desses cinco motivos, não tente ingressar na ordem. Você tem que querer algo melhor na sua vida... todo o resto é consequência. fica aí a dica!

Mag disse...

Ehh temos que pedir muita misericórdia de Deus.. que caminho larga pra se ir para o inferno!! O que a maçonaria oferece é o mesmo o que o inimigo de nossas almas ofereceu ao grande e único Mestre Jesus! Ao jejuar 40 dias e 40 noites, ele oferece todo o poder do mundo, em troca de o adorar... pra que "mestre" se só existe um que vai salvar a sua alma!! Siga a Jesus meu amigo, Ele sim, pode te dar tudo o que precisar nessa terra, sem ter que seguir nenhum outro mestre, nenhuma ordem.. cuidado irmão, cuidado com vossas almas......

Dedos & Arte disse...

Não sou Maçon, mas desde de minha infancia sonhei ser, no começo talves pelo misterio, mas com o passar do tempo fui cada vez mais aprendendo ( a nivel do possivel), sobre a maçonaria e cada vez mais me identificando com ela, a busca por um eu melhor a mim e para o mundo, o meu compreender, tentar ser justo sempre( algo que apenas parece facil), ser honrado, e digno de minha familia, de meus amigos, de meu proximo, honrado a mim e sobre tudo honrado e digno meu Deus. não almejo poder nem status, percebo o maior poder nos olhos de meus filhos e o maior status no amor deles por mim, por isso não me iludo com o material, ate sei que preciso dele, mas não vivo por ele, mas sinto que algo me falta, uma direçao, uma agulha que mostre-me o norte, meu rumo, que me faça entender se possivel minha propria colocação neste mundo. Li seu texto sobre sobre os cinco motivos para não ser maçon, confesso que antes mesmo de ler conciderei que seria a desculpa para desistir de servir a Maçonaria, mas por incrivel que pareça, o texto apenas fortaleceu meu desejo e minha convicçao, talves não conciga nunca me tornar um irmao maçon (não por falta de vontade), mas agradeço huildemente por seu texto, que lançou luz em minhas convicçoes e desejos e me dando mais força seguir esse sonho
Obrigado e que a luz sempre ilumine seu caminho

Academia Maçônica de Filosofia disse...

Coisa rara, mas encontra-se bons textos sobre maçonaria. Este blog parece ser um deles. Outro fato que chama atenção é a qualidades dos comentários, aliás, o que torna ele quase que conletivo; motivo que o qualifica ainda mais.

Hoje em dia certamente há um "mito maçônico". Quanto mais dizemos: "maçonaria é coisa feita por mortais, é coisa simples, é coisa feita por pessoas simples..." mais parece agussar a tal sanha dos defensores da fé crsitã ou dos interesseiros.

Aliás, fico preocupado com este "xenofobismo" maçônico. Tenho receios de que ele sai do mundo virtual e de anedota ridícula para o mundo real.

Da Academia Maçônica de Filosofia
or. de São Paulo, Capital.
GOP

CRISMON disse...

interessante parece ate que só vc quer faser parte dessa grande arte .
E parece que vc tem ciumes dos que se candidatam a arte real. Irmao ciúmes tambem é um pecado mortal.

Rui Bandeira disse...

@ CRISMON:

Está enganado, meu caro: eu e mulhares e milhares de outros maçons apenas queremos que aqueles que fazem parte desta bela instituição não o façam por pretenderem influência política ou poder, influência económica, negócios ou dinheiro, influência social, honrarias ou reconhecimento, ou apenas motivados pelo (louvável) anseio da beneficência ou ainda por mera curiosidade. Só isso!

Lamento desapontá-lo, mas se acalenta algum destes cinco motivos, a Maçonaria não é para si: não perca ou seu nem o nosso tempo.

E quanto à sua deslocada frase sobre "ciúmes", meu caro, só revela desconhecimento: é sempre uma grande alegria para um maçom receber um pedido de iniciação - desde que não motivado por nenhum dos cinco motivos expostos no texto...

Silvestre Filipe Gomes disse...

A maçonaria, por nós profanos, é entendida por uma diversidade de ângulos. Para muitos, a Maçonaria é um conjunto de práticas ocultas e perigosas; os seus membros são vistos como pessoas a quem não se pode dar muita confiança. Para outros, a Maçonaria é uma "porta para a vida de luxo, de nobreza, de fam; enfim, uma porta para a fácil aquisição dum status importante e de destaque na sociedade. Ainda para outros, a Maçonaria é um código de uma vida cheia de ética, de fraternidade e de conquista de aperfeiçoamento espiritual e intelectual.
As várias interpretações, a meu ver, surgiram da convivência dos próprios maçons com os profanos.
Uma abertura, em termos de literatua maçónica, pode ajudar as pessoas a terem uma ideia correcta sobre a Maçonaria. Mas também não podemos nem devemos negar o protagonismo social de muitos maçons no percurso da história da humanidade. Muitas organizações humanitárias foram criadas, não pela maçonaria mas, por pessoas pertencentes a essa Sociedade. O blog sobre os "cinco motivos para não ser maçon" aumentou o meu desejo de querer saber mais sobre a Sociedade Maçónica.

Rober Sant - NovaArte disse...

Ser Maçom é ser livre,ainda que as estruturas da sociedade, tenha as suas prioridades e preferencias, o maçom gosta de riqueza...Riqueza espiritual é o que faz o maçom ficar de bem com o G.A.D.U e com a vida, riquezas materiais para que? Se já possuo a natureza o mundo e sou parte do universo? Depois disso, tudo são consequencias do conhecimento e do trabalho o maçom ama tudo isso.

Rober Sant - NovaArte disse...

Prezado Mag, o inferno é a ignorancia, ESTUDE!!!

Kelvin Williams disse...

Meu nome é Kelvin Williams.
Depois que vi os cinco motivos devo assumir que fiquei com mais vontade de fazer parte da sociedade porque meu maior prazer é me aprimorar e é isso que a sociedade proporciona a pessoa, porem nao conheço nenhum maçon apesar de meu avo materno ser maçon mas falecido enquanto estava no ventre de minha mae.Se alguem me responder o que seria necessario para me tornar um maçon agradeceria muito. Meu e-mail é kelvin_maciel@hotmail.com. obrigado...

passarellinews disse...

A sociedade Maçonica é elitista e "seleciona" seus novos pretendentes. Sou professor com 3 graduações em Licenciatura, 12 anos de estudo só de academia e almejava ser Maçon, mas assim como nas igrejas, o que é "pregado" nas Maçonarias não são realizadas fora do ambiente e depois que um maçon me disse que gostaria que eu fizesse parte do seu grupo, mas tinha o impedimento economico, passei a ver esta "organização" de outra forma. Pior, a pessoa que me convidou peca pela ignorancia cultural, MAS, tem R$...É...fazer o que?

Corvo Correio - Rodrigo disse...

O texto esta muito atraente. E se o fio da minha juventude me permitir o erro, diria que poucos do que comentaram-no realmente o entenderão. Minha "curiosidade" me trouxe até aqui e graças a ela aprendi que quase nada do que se escreve sobre a maçonaria tem valor! O que realmente me é de valor foi o que não li.
Gostei mais ainda dos 5 motivos para ser um maçon! Sei que a pagina assim como os nomes a cima são de respeito... Mas quem descobrir os 5 motivos de ser um maçom ocultos no texto ganha um um pirilito de morango!

Atenciosamente Rodrigo G. Alves

Mar.Kin disse...

quando era mais jovem, com cerca de 18 anos fui convidade a entrar para a "Ordem DeMolay". quando fui de fato fazer minha "inscrição" me foi cobrada uma txa, de ná época , um salário mínino. Como sabia que não se cobrava para entrar na ordem, tomei o convite por golpe, visto que alem disso a pessoa que me fez o mesmo tinha uma conduta duvidosa nos negócios que realizava. no ano de 2010 eu fui novamente convidade por uma amigo que fiz em São Luis (MA) a entrar para a loja, porem infelizmente eu me mudei para Belo Horizonte. eu tenho interesse de ingressar na Ordem, mas quero saber se é verdade o jargão em ingles " 2 be 1 ask 1". Posso realmente pedir para ingressar, sem ter que esperar um sonoro NÃO do sujeito? Outra coisa, é verdade que uma pessoa com dificuldades financeiras nao pode ingressar na ordem? fico grato desde ja! obrigado!

Rui Bandeira disse...

@ Mar.Kin:

Pode, como se confirma em http://www.gob.org.br/gob/index.php?option=com_content&view=article&id=275&Itemid=270 .

O primeiro dever de um maçom é sustentar e cuidar de si próprio e de sua família. Só depois vêm as suas obrigações maçónicas. Integrar a Maçonaria implica custos: joias de iniciação e de aumentos de salário, quotas, despesas com refeições e deslocações, etc.. Se alguém está com dificuldades económicas, deve resolvê-las primeiro, pois não é justo nem acertado prejudicar seu sustento e de sua família, a vida com dignidade e de sua família com despesas com a Maçonaria e a atividade maçónica.

Rui Bandeira disse...

@ Mar.KIN:

Claro que o "pode" inicial diz respeito à sua pergunta "Posso realmente pedir para ingressar, sem ter que esperar um sonoro NÃO do sujeito? " e a segunda parte da resposta à questão das dificuldades económicas.

Vinicius França disse...

No texto, atentei-me à didática. Porém o que mais me prendeu a atenção, foi o conteúdo dos comentários. Peço licença para, muito respeitosamente, tecer também os meus.
Possivelmente guiados pelo desejo(até admirável)de pertencer ao Grupo, pessoas exaltam a Maçonaria às alturas e denominam a si próprios "profanos". Não posso julgar o mérito da Maçonaria nem tampouco a atitude das pessoas, mas para mim é motivo de muita reflexão a capacidade que nós, humanos, temos de errar até mediante uma boa intenção. O Exaltar ao próximo em troca de humilhar-se, sem dissimulação ou interesse próprio, beira à perfeição. E perfeitos, sinceramente, creio que nós humanos ainda não somos. Perdoem-me se, sem querer, julguei mal a intenção dos nobres colegas. Desejo profundamente que encontrem, não apenas o que buscam, mas o que precisam. Cordial abraço!

Tuler disse...

Gostei do jeito que foi abordado o tema, não sou maçon (mas um admirador), apesar de não me faltarem convites à ingressar. Como foi explicado pela própria pessoa quem me convidou: "só vá se sentir que será uma coisa boa e uma experiência, um olhar novo sobre as coisas vai lhe ser apresentado..."
Se o meu destino for ser maçon, irei procurar as pessoas que me convidaram para isso, pois são pessoas que deixaram até mesmo de convidar os próprios irmãos para me chamar.
Muito se ouve, mas pouco se prova e se vê, o que me deixa no mesmo lugar por enquanto. Não participando.
Pois muitos vão em busca de dinheiro e alguma proteção.
Estou eu aqui hoje com meu joelho dir. com lesão de menisco e até pensei em ir em busca de ajuda com os maçons, pois os "amigos" que eu tinha sumiram com medo de eu pedir algo.
Nem por isso entrei, pois acho que seria oportunismo, se algum deles me ajudarem ficarei grato, mas não me aproveitarei de uma doença para ter "benefício", pois para isso existe a Previdência Social.
Abraços a todos.

Alan Nogueira disse...

Caros,

Não sou ninguém renomado, importante, influente ou que tenha algo à beneficiar meu próximo, meu sentido religioso é o espiritismo, é com o que me identifico.
Parei nesta página pois outro dia tive uma breve conversa com um amigo que é absolutamente fascinado, pelo "mundo Maçônico".
Respeito muito essa forma, que acredito ser um "modo" de se encarar verdade e fatos sob um novo prisma.
Eu busco à mim mesmo, em poder me superar, ser um ser humano melhor.
Quanto à segredos, todo mundo têm segredos, dogmas, pontos de vista diferentes e etc.
Quanto ao anseio de se fazer parte de um meio, acredito que atraímos tudo o que queremos de alguma forma, mas existem preços à serem pagos sempre.
Não irei buscar algo mais a fundo do que poderia ser a Meçonaria, por que meu momento de vida é estudar para alcançar meu objetivo profissional, contudo após ler muitos "post" deixados aqui, confesso isso de alguma maneira gera no mínimo uma "sede" que seria ter um novo ponto de vista sob tudo.

Abraços e Saúde à todos.

além do horizonte disse...

Concordo com tudo que o irmão disse, eu sou desprovido de desejos materiais também. A única riqueza que realmente para mim é importante nada mais do que a espiritual.
Bom post que Deus ilumine seus caminhos.

Alexandre Lf disse...

Quando a maçonaria estiver em livros ao alcance de todos,certamente a maçonaria deixará de existir,enquanto isso não ocorre; abre-se espaço para especulações e especuladores tentando passar aos outros a sua própria mensagem daquilo que julga compreender. Um T.F.A aos IR's .'.que como bodes guardam a real inclinação maçônica.

Ronan dos Anjos disse...

O link do vídeo está fora, do que se tratava? Lembra-se do nome do vídeo para uma consulta posterior?

Rui Bandeira disse...

@ Ronan dos Anjos:

O link está reconstituído. O filme foi removido da sua localização original, mas, como seria de esperar, está noutra localização...

tiago reis disse...

Muito interessante o texto, vi que a maçonaria não é o que procuro. Alguem sabe de alguma fraternidade em que o "core business" seja a beneficencia? Procuro alguma fraternidade que busque ajudar a sociedade em geral, ja que sozinho não temos voz nem visão alguma.

Rui Bandeira disse...

@ tiago reis:

Com as caraterísticas que pretende, tem, por exemplo, o Rotary Club.

A VERDADE disse...

A maçonaria e uma merda so serve para catar nosso dinheiro infelizmente sou maçom. se soubesse que era essa merda nunca tinha entrado. os otarios que dizem ser irmaos na verdade so estao enteressados em alguma coisa sua favor, dinheiroe outra coisas mais. atençao nao entrem na maçonaria porque vao ser explorados financeiramente. dinhiro para iniciar, dinheiro para elevar,dinheiro para exaltar. meu dinheiro nunca mais essa ordem vai ver. vou ser companheiro maçom o resto da minha vida. CAMBADA DE MAÇONS VAIDOSOS.

Rui Bandeira disse...

@ A VERDADE:

Meu caro. Deveria ter lido o texto Cinco motivos para NÃO SER maçom e teria evitado os incómodos e despesas. Realmente pretendia algo que a Maçonaria não dá. Vantagens materiais, empenhos e quejandos não devem ser procurados entre nós.

Acho que faz bem em sair...

Gabriel Oliveira disse...

Olá, caros maçons. Meu nome é Gabriel de Oliveira rocha, e eu já tenho Padrinho em uma ordem aqui na minha cidade. A ordem se chama Glomeb. Ela é uma Loja irregular diante do Gob. Mas, eu não me importo com isso. Porque sou deficiente visual, e sei que só uma loja irregular me aceitaria, estou correto? Aguardo respostas. Liberdade, Igualdade e Fraternidade a todos!

Rui Bandeira disse...

@ Gabriel Oliveira:

Perante as 12 regras da Maçonaria Regular seguidas em Portugal, a deficiência visual não é impedimento à iniciação maçónica. O que é imprescindível é que o Candidato seja crente num Criador, qualquer que seja a forma como o conceba, seja Homem Livre e de Bons Costumes e esteja de boa-fé.

jornal tribuna da chapada disse...

A VERDADE disse...
A maçonaria e uma merda so serve para catar nosso dinheiro infelizmente sou maçom. se soubesse que era essa merda nunca tinha entrado. os otarios que dizem ser irmaos na verdade so estao enteressados em alguma coisa sua favor, dinheiroe outra coisas mais. atençao nao entrem na maçonaria porque vao ser explorados financeiramente. dinhiro para iniciar, dinheiro para elevar,dinheiro para exaltar. meu dinheiro nunca mais essa ordem vai ver. vou ser companheiro maçom o resto da minha vida. CAMBADA DE MAÇONS VAIDOSOS.
'ADENTREI APENAS PARA RESPONDER A UM IMBECIL QUE TECE UM COMENTÁRIO DESSE E AINDA AFIRMA QUE SERÁ " COMPANHEIRO MAÇOM" PARA RESTO DA VIDA E QUE A POTÊNCIA NUNCA MAIS VERÁ SEU DINHEIRO". COMO CONSIDERAR COMO TAL UM BESTIOLOIDE DESSE? AFINAL ESSE INDIVIDUO ADENTROU MESMO NO "TEMPLO DE SALOMÃO" OU É MAIS UM "GOTEIRA DE PLANTÃO" TENTANDO ENXOVALHAR A MAÇONARIA"? VOCÊ JAMAIS DESAGREGARÁ A INSTITUIÇÃO.ELA ESTÁ ACIMA DE VAIDOSOS, E EGOCÊNTRICOS DO SEU TIPO.
ASSINADO BAIANO E PEDREIRO LIVRE COM MUITO ORGULHO.

jornal tribuna da chapada disse...

A VERDADE disse...
A maçonaria e uma merda so serve para catar nosso dinheiro infelizmente sou maçom. se soubesse que era essa merda nunca tinha entrado. os otarios que dizem ser irmaos na verdade so estao enteressados em alguma coisa sua favor, dinheiroe outra coisas mais. atençao nao entrem na maçonaria porque vao ser explorados financeiramente. dinhiro para iniciar, dinheiro para elevar,dinheiro para exaltar. meu dinheiro nunca mais essa ordem vai ver. vou ser companheiro maçom o resto da minha vida. CAMBADA DE MAÇONS VAIDOSOS.
'ADENTREI APENAS PARA RESPONDER A UM IMBECIL QUE TECE UM COMENTÁRIO DESSE E AINDA AFIRMA QUE SERÁ " COMPANHEIRO MAÇOM" PARA RESTO DA VIDA E QUE A POTÊNCIA NUNCA MAIS VERÁ SEU DINHEIRO". COMO CONSIDERAR COMO TAL UM BESTIOLOIDE DESSE? AFINAL ESSE INDIVIDUO ADENTROU MESMO NO "TEMPLO DE SALOMÃO" OU É MAIS UM "GOTEIRA DE PLANTÃO" TENTANDO ENXOVALHAR A MAÇONARIA"? VOCÊ JAMAIS DESAGREGARÁ A INSTITUIÇÃO.ELA ESTÁ ACIMA DE VAIDOSOS, E EGOCÊNTRICOS DO SEU TIPO.
ASSINADO BAIANO E PEDREIRO LIVRE COM MUITO ORGULHO.